PLANEJAMENTO DA HORTA CASEIRA E COMUNITÁRIA

 

A horticultura orgânica é um sistema de produção caracterizado pela produção de alimentos sadios; diversidade de cultivos e composição vegetal no seu contexto; no conhecimento e emprego da relação planta/ambiente no processo de produção; elevado gasto de mão de obra, como fator de fixação do homem no campo e no baixo gasto de capital e energia.
Suas perspectivas são: regenerar os solos da propriedades (estrutura, nutrientes, proteção, etc); preservação do ambiente, aproveitar e poupar insumos naturais, apoiar a produção local de alimentos e sustentar fronteiras agrícolas.

 

Bases fundamentais
Sua base mestra é a manutenção da fertilidade do solo e da sanidade geral das plantas e animais pela adubação orgânica, diversificação e rotação de culturas.
Utiliza também a reciclagem de resíduos sólidos, usos de adubos verdes e restos de culturas, usos de rochas minerais, usos de manejo e controle biológico de insetos, mantendo a sanidade e fertilidade do solo para suprir as plantas de nutrientes e controlar os insetos-pragas, moléstias e ervas invasoras.
Exclui o emprego de compostos sintéticos como fertilizantes, pesticidas (acaricidas, inseticidas, fungicidas, herbicidas, etc), reguladores de crescimento e aditivos alimentares para os animais
É uma tecnologia de processo, em contraposição da tecnologia de produtos, adotada pelo sistema convencional. O processo de produção deve ocorrer dentro do contexto: solo-clima-planta-homem-animais (micro e macro), integrado pelas leis da natureza.

PLANEJAMENTO DA HORTA

A realização de um levantamento local dos fatores internos e externos é de fundamental importância para o sucesso da horta.

Verificar o potencial de consumo, preferência e venda na região. O tamanho da horta depende do número de pessoas consumidoras das hortaliças, em média, considera-se uma área de 10 m2 por pessoa ou da programação de entrega para intermediários (supermercados ou feirantes)

Existem hortaliças que podem ser plantadas no lugar definitivo, informação que pode ser obtida na embalagem de sementes. Outras hortaliças, devem ser feito mudas, isto é precisam primeiramente ser semeadas em canteiros, bandejas ou saquinhos plásticos, para depois serem transplantadas em local definitivo.

Na programação da horta e plantio, devemos levar em consideração que cada hortaliças tem um espaçamento correto entre-plantas, tempo para germinação das sementes, meses mais indicados para o plantio e tempo de demora até a colheita.

Recomenda-se para as hortaliças de consumo constante e que produzem o ano todo, como alface, cenoura, almeirão, beterraba, entre outras, deverão ser plantadas parcelas de área, todos os meses ou a cada 15 dias. Fazer um calendário de plantio, levando em conta o tempo de crescimento das plantas e de colheita.

No caso de hortaliças que produzem melhor no verão (ex: pimentão ou berinjela) ou no inverno (ex: morango), também será importante o parcelamento do plantio em 3 ou 4 parcelas, desse modo estendendo-se o período de produção.

O princípio é utilizar a época e a cultivar adequada para cada região. É muito importante conhecermos os fatores climáticos do local, como a temperatura, umidade e a época das chuvas. Baseando-se nesses dados, poderemos determinar o tipo de cultura que deverá ser instalada, ou seja, aquela que melhor se adapta à região. Devemos lembrar que o clima de uma região não pode ser mudado; desta forma, deveremos escolher a espécie que melhor se adapte ao local e à época do ano.

 

 

 

VISITE NOSSA LIVRARIA E CONHEÇA LIVROS PRÁTICOS - QUE ENSINAM MESMO!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIVROS 100%PRÁTICOS QUE ENSINAM MESMO

ADQUIRA DIRETAMENTE DO AUTOR

VENDA EXCLUSIVA PELO SITE, NÃO SÃO ENCONTRADOS EM LIVRARIAS

 

 

APRENDA A FAZER DEFENSIVOS NATURAIS E TENHA SAÚDE !

 

 

 

COMO INICIAR UM CULTIVO ORGÂNICO? O primeiro passo é recuperar o ambiente e o solo. Indicamos o livro MANUAL PRÁTICO DE AGRICULTURA ORGÂNICA

 

 

COMPOSTOS ORGÂNICOS E BIOFERTILIZANTES Faça seu adubo. É uma publicação que contém orientações e dezenas de receitas de Bokashi, Boyodo,Biofertilizantes e outros compostos orgânicos.